Campanha da Fraternidade é tema de estudo no Ensino Fundamental I

A escravidão acontece quando uma pessoa considera que a outra pessoa é sua propriedade e a trata como um objeto que lhe pertence. É o domínio de uma pessoa sobre a outra. Às vezes, se usa a palavra escravidão ou escravizar para dizer que alguém se deixa dominar por algum vício como bebida, Internet, fumo, uso de drogas, vídeo-games, Facebook etc. Foram esses e outros conceitos que nortearam as atividades de Ensino Religioso dos alunos de 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental I. O objetivo foi estudar a Campanha da Fraternidade de 2014, cujo lema é “E PARA A LIBERDADE QUE CRISTO NOS LIBERTOU” (Gl 5,1).

Segundo a Irmã Delma Zeni, professora de Ensino Religioso, a proposta foi mostrar e conscientizar os alunos que a escravidão pode estar bem viva entre nós. “Os alunos se deram conta que pode haver atitudes de escravidão até entre eles quando não aceitam o colega para jogar ou brincar junto, quando exclui o outro de um grupo de atividades, quando lhe dizem palavrões, apelidos, quando debocham do outro, humilhando-o em público”, explica a professora.

Para desenvolver as atividades os alunos fizeram pesquisas e trabalhos em grupos sobre os vários tipos de escravidão que existem na sociedade e até entre eles. Cartazes com desenhos e gravuras com a frase “O mundo que precisamos consertar e o mundo que queremos” foram desenvolvidos com os alunos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>